Regras do Golf

REGRA 1 = O JOGO
a) Os buracos devem ser jogados na ordem, isto é, do 1 ao 9 e do 10 ao 18. Esta ordem só poderá ser modificada com autorização da Comissão Organizadora de Eventos, Starter ou do Profissional.
b) O jogo deve seguir rigorosamente as regras. Não é permitido mudá-las.

REGRA 2 = MATCH PLAY (JOGO POR BURACO)
a) No jogo de MATCH PLAY, cada buraco é um jogo a parte.
1-Para o caso de ganhar o primeiro buraco, o jogador estará 1 up;
2-Para o caso de perdê-lo o jogador estará 1 down;
3-Para o caso de haver empate o jogador estará all square.
b) O jogo estará ganho quando, por exemplo, o jogador estiver 3 up e faltar somente 2 buracos a jogar para o final da partida;
c) Qualquer jogador que estiver jogando contra, será considerado oponente. Num mesmo grupo pode-se jogar contra, de 1 a 3 jogadores dentro da modalidade;
d) Poderá ser considerada uma bola dada ao oponente quando se estiver jogando com mais de 1 oponente, os demais deverão estar de acordo

REGRA 3 – STROKE PLAY (JOGO POR TACADAS)
a) No jogo de STROKE PLAY, quem fizer o menor gross ou score net é o vencedor. Para o caso dos amadores, como existe a possibilidade de haver handicap positivo (plus), verifica-se o resultado net com adição e não com subtração. Ex. Se o jogador for +1 e jogou 73 o resultado net é 74, para a modalidade STROKE PLAY.
b) A bola deverá ser embocada no buraco, para depois iniciar o próximo. Não existe bola dada em torneios na modalidade STROKE PLAY.

REGRAS 4 e 5 – TACOS E BOLAS
a) A sua bolsa não poderá conter mais que 14 tacos;
b) A bola não poderá ser trocada enquanto joga-se um buraco. Todavia, caso a bola sofra um corte ou um outro tipo de dano, a bola poderá ser trocada, mas antes o marcador deverá ser informado sobre esta troca e o motivo referente.
REGRA 6 – OBRIGAÇÕES DO JOGADOR
a) Ler todas as notificações fornecidas em torneios oficiais. (regras do torneiro, regras locais, etc..);
b) Sempre usar o seu handicap atualizado. O index corrige a dificuldade de cada campo;
c) Obedecer ao horário de saída (tee time). Apresentar –se ao starter com pelo menos 5 minutos antes da saída;
d) Certificar-se que a bola de jogo lhe pertence. Para o caso de parceria com o mesmo número de bola, providenciar marcação personalizada.
e) Durante uma partida em STROKE PLAY, deve-se conferir o score antes de passar para o cartão. Em torneios não são permitidas rasuras nos cartões.

REGRA 7 – PRÁTICA (treino)
a) Uma bola de prática não deve ser batida quando se estiver jogando um buraco, ou um azar. É de extrema importância conhecer as regras locais de cada campo sobre prática.

REGRA 8 – ACONSELHAMENTO
a) Não se deve solicitar ajuda de um oponente questionando como jogar uma tacada. Orientações deste tipo devem ser solicitadas somente ao caddie ou parceiro para o caso de duplas ou equipe. Porém, pode-se perguntar sobre regras, posição de azares ou das bandeiras. b) Também não se deve ajudar um oponente, seja em MATCH PLAY ou STROKE PLAY.

REGRA 9 – INFORMAR Nº DE TACADAS Na modalidade MATCH PLAY deve-se informar ao oponente o número de tacadas dadas (strokes), caso este último pergunte.

REGRA 10 – ORDEM DE JOGO
a) O jogador de menor handicap na equipe tem a honra de sair primeiro, no primeiro buraco; b) O jogador que fizer o menor score num buraco tem o direito de sair primeiro no buraco seguinte;
c) Durante uma partida, em qualquer buraco, o jogador que estiver mais longe da bandeira joga sempre em primeiro lugar;
d) Num jogo de MATCH PLAY, se houver jogo fora da vez, o oponente poderá exigir novo jogo. Isto não ocorre no STROKE PLAY

REGRA 11 – NO TEE DE SAÍDA
a) O jogador deve colocar a bola entre as marcas do tee ou um pouco para trás, desta forma pode-se levar a bola no máximo a 2 tacos de distância das marcas;
b) Se a bola cair do tee acidentalmente pode-se recolocá-la sem penalidade.

REGRA 12 – BOLA NO AZAR / IDENTIFICAÇÃO DA BOLA
a) Um azar é qualquer banca do campo ou azar de água (lagos, riachos, etc.);
b) Numa banca ou em um azar de água, caso a bola esteja totalmente coberta pela areia ou por folhas, somente pode-se remover o suficiente para que a bola possa ser vista;
c) Uma bola poderá ser levantada para identificação de propriedade em qualquer lugar do campo, menos em um azar, porém isto deve ser feito com o consentimento do oponente (no MATCH PLAY) ou do marcador (no STROKE PLAY).

REGRA 13 – JOGANDO A BOLA DE ONDE ELA CAIR
a) A bola deve ser jogada tal como está. O jogador não poderá, NUNCA, melhorar sua situação. Exemplo: pisar atrás da bola para que fique mais elevada, ou retirá-la de um buraco.
b) O taco também não poderá ser usado de forma a pressionar atrás da bola para melhorar sua situação. O taco deverá ser sempre colocado atrás da bola de forma suave.
c) Galhos ou arbustos não poderão ser quebrados para facilitar a zona de swing.
d) Num azar, a areia, o chão ou a água não poderão ser tocados antes ou durante o back swing.
e) Num azar não poderá haver remoção de coisas naturais. Exemplo: folhas, mas poderão ser removidas as artificiais, Exemplo: garrafas ou rastelos.

REGRA 14 – BATENDO NA BOLA
a) A bola deve ser batida, porém NUNCA empurrada ou rastelada com a cabeça do taco. Tacadas tipo sinuca também não são permitidas.
b) NUNCA bater a bola em movimento.

REGRA 15 – BATENDO UMA BOLA ERRADA
a) Na modalidade MATCH PLAY se o jogador bater a bola que não é sua, perderá o buraco. Exceção: para a bola batida do azar, deve-se voltar e bater a bola certa.
b) Num jogo de STROKE PLAY se o jogador bater a bola que não é sua será penalizado em 2 tacadas (2 strokes), exceto se ela estiver no azar.

REGRA 16 – NO GREEN
a) Se qualquer parte de bola estiver tocando o green, ela será considerada “no green”
b) Quando a bola está no green, o jogador poderá limpar folhas ou outros impedimentos que estiverem em sua linha de putt (direção ao buraco) com a mão ou com um taco.
c) Poderá haver reparação em qualquer marca de bola (inclusive antigas) que se encontrarem na linha de putt, exceto as marcas deixadas por sapatos ou pelos spikes.
d) A superfície do green não poderá ser testada através do ato de rolar ou alisar uma bola arranhando a superfície.
e) A bola sempre deverá ser marcada com uma moeda ou marcador especial, para limpá-la ou retirá-la do caminho de outro jogador. Em seguida deverá ser colocada de volta no lugar exato ou mais próximo. NUNCA colocar mais adiante.

REGRA 17 – A BANDEIRA
a) Se a bola estiver fora do green e ao bate-la esta tocar na bandeira não haverá penalidade, desde que não haja ninguém segurando a bandeira.
b) Se a bola estiver no green, ao bate-la a mesma tocar na bandeira, com ou sem ninguém segurando, o jogador perderá o buraco num jogo de MATCH PLAY e será penalizado em duas tacadas no jogo de STROKE PLAY.

REGRA 18 – MOVENDO A BOLA
a) Se o jogador ou seu parceiro moverem a bola acidentalmente ou de propósito, deverão recolocá-la no lugar exato para jogar e depois acrescentar uma penalidade a seu score.
b) Se a bola for movida por alguém ou por alguma coisa que não o parceiro (um agente externo por exemplo), não haverá penalidade, mas o jogador deverá recolocá-la no lugar onde estava.
c) Para o caso do jogador ter iniciado o movimento para dar a tacada na bola (adress the ball) e está se mover, uma penalidade deverá ser acrescida. Em seguida recoloca-se a bola no lugar.

REGRA 19 – BOLA EM MOVIMENTO DESVIADA OU PARADA
a) Se a bola bater em um agente externo (como passarinho, coelho, rastelo, etc.) não haverá penalidade e o jogador deverá jogá-la onde cair.
b) Se a bola bater no jogador, em seu parceiro, em seu caddie ou no equipamento, na modalidade MATCH PLAY perderá o buraco, na modalidade STROKE PLAY será penalizado em 2 strokes (tacadas) e a bola deverá ser batida de onde parar.
c) Se a bola bater em um oponente, em seu caddie ou em seu equipamento, não haverá penalidade. A bola poderá ser jogada de onde caiu ou repetir a jogada.
d) Se a bola bater em outra bola e movimentá-la, o jogador deverá jogá-la de onde parou e a do parceiro ou oponente deverá ser recolocada no lugar anterior ou mais próximo possível. Mas, se a bola estiver no green, o jogador será penalizado em duas tacadas se a modalidade for STROKE PLAY.

REGRA 20 – LEVANTANDO OU DEIXANDO A BOLA CAIR (DROPANDO A BOLA)
a) Antes de levantar uma bola em qualquer situação que a regra permita, o jogador deverá marcá-la com uma moeda ou marcador apropriado.
b) Quando o drope de uma bola for permitido, o jogador deverá ficar em pé (ereto), com o braço estendido na altura dos ombros, para depois deixar a bola cair.

REGRA 21 – LIMPANDO A BOLA
a) A bola poderá ser limpa quando estiver fora do green, somente quando isto for permitido. Ex. em terrenos com lama.
b) A bola NÃO poderá ser limpa quando o jogador estiver tentando identificar se a bola é ou não a sua. A bola deve ser recolocada no mesmo lugar.

REGRA 22 – BOLA INTERFERINDO COM A JOGADA
a) Se uma outra bola interferir com o swing de um jogador ou com a linha de putt deve-se solicitar ao dono da bola que a levante (marcando-a).
b) Se a bola estiver perto do buraco, com a possibilidade de servir de parada para a bola de outro jogador, parceiro ou não, deverá ser marcada.

REGRA 23 – IMPEDIMENTOS SOLTOS
a) Os impedimentos soltos naturais como folhas, galhos, insetos, etc., poderão ser retirados.
b) Não poderão ser retirados nenhum dos impedimentos soltos acima, quando estiverem dentro da banca ou em um azar.

REGRA 24 – OBSTRUÇÕES
a) São consideradas obstruções móveis, os objetos artificiais ou feitos pela mão humana, tais como, garrafas, rastelos, latas, etc.
b) São consideradas obstruções fixas, tubulações de água, sprinklers, abrigos, os caminhos de carros de golfe (car paths), arquibancadas, etc.
c) Para o caso das obstruções fixas, desde que estejam interferindo no swing ou stance, o jogador poderá dropar sua bola na distância de um taco do local, mas somente deverá levantar a bola depois de estabelecer o lugar correto de alívio, cuja marca poderá ser feita com um tee.

REGRA 25 – ÁGUA CASUAL, ÁREA EM REPAROS, BURACOS DE ANIMAIS NO CAMPO
a) Água casual pode ser considerada eventual poça provocada por chuva ou por vazamentos de encanamentos;
b) Áreas em reparos são todas e quaisquer áreas danificadas ou em recuperação, demarcadas e identificadas como tal pelo clube (ou comitê).
c) Se a bola ou stance estiver em uma água casual, área de reparo ou dentro de um buraco de animais, o jogador poderá por sua opção jogar de onde caiu a bola ou aliviá-la com um drope, na distância de um taco, mas NUNCA mais perto da bandeira

REGRA 26 – “AZARES” DE ÁGUAS FRONTAIS E LATERAIS
a) Os azares frontais são identificados por estacas amarelas e os laterais por estacas vermelhas.
b) Se a bola cair em um azar frontal ou lateral, a bola poderá ser batida de onde estiver. Caso o jogador não ache a bola ou não queira jogá-la de onde caiu, deverá ser penalizado em uma tacada.
c) No caso do azar frontal pode-se jogar uma outra bola do local onde foi iniciada a jogada ou dropar atrás do azar, na distância que se desejar, conservando a linha reta entre o buraco e o local onde a bola entrou no azar.
d) No azar lateral (estacas vermelhas) pode-se dropar a bola na distância de 2 tacos da margem por onde a bola entrou no azar.

REGRA 27 – BOLA PERDIDA OU FORA DO LIMITE
a) A bola está perdida se não for achada dentro dos 5 minutos do início de sua procura;
b) A bola está fora do limite quando ultrapassar por inteiro os limites do campo demarcados por estacas brancas, cercas ou muros com este fim;
c) Quando uma bola está perdida ou fora dos limites do campo, o jogador será penalizado em uma tacada (1 stroke) e deverá jogar uma outra bola do local onde deu a última batida.
d) Caso o jogador pressuponha que sua bola está perdida ou fora dos limites do campo (out of bounds ou o popular OB) deve-se jogar com uma bola provisória, comunicando ao oponente, marcador ou companheiro, que está batendo uma bola provisória e informando o número da mesma (identificação).
e) Caso a primeira bola seja achada, o jogador poderá continuar o jogo com ela, sem penalidade, levantando a bola provisória.

REGRA 28 – BOLA INJOGÁVEL
a) Um jogador pode declarar uma bola injogável em qualquer parte do campo, exceto no azar de água.
b) O jogador é a única pessoa que pode declarar a sua bola injogável. Se decidir não jogar a bola, deverá ser penalizado em uma tacada (stroke), e poderá:
1-Jogar a nova bola do lugar da última batida;
2-Jogar a nova bola, dropando a distância de dois tacos, mas não mais perto do buraco;
3-Jogar a nova bola, dropando atrás do local onde ela caiu, sem limite para trás, devendo obedecer a linha da bola em relação ao buraco.

REGRAS 29, 30, 31 e 32, apresentam formas de jogos diferentes

REGRA 33 – A COMISSÃO Define as condições de um torneio e o campo.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *