Regras e Fundamentos do Futebol de Saco

1. Quadra de jogo

I. A quadra oficial de Futsac possui um formato retangular com 10 m de comprimento por 5 m de largura para o jogo em duplas. Já para o jogo individual esta deve medir 8 m comprimento por 5 de largura, pois perde 1 metro de cada lado na linha de fundo. A quadra é dividida ao meio por uma rede suspensa numa altura de 1,50 m. A rede deve estar completamente estendida de modo que não haja espaço entre o poste e a rede, e ter uma malha trançada suficientemente pequena para que a bola não passe através dela. A faixa e a banda da rede devem ser completamente da cor branca, sendo o trançado de fios da rede na cor amarela.
• A faixa da rede deve ter 5 cm.
• As medidas da rede devem ser de 60cmx5m.

II. O piso para partidas oficiais deve ser sintético, concreto, asfalto, grama natural ou grama sintética.

III. Linhas da quadra
• Todas as linhas da quadra devem ter 5 cm de largura.
• Todas as medidas da quadra devem ser feitas na borda de fora da linha, assim como possuir a cor branca.
IV. Demarcação da Quadra
A quadra é formada por:
1. Linhas de fundo para Duplas;
2. Linhas de fundo para Individual;
3. Linhas laterais;
4. Linha de rede ou central;
5. Linhas de 1 metro;
6. Linha divisória do campo (para Individual).

2. A bola (FUTSAC)

Deve possuir
Altura: 5 cm
Largura: 6 cm
Circunferência longitudinal: 18cm;
Circunferência meridional: 18,5cm;
Peso: 50g
É permitida uma tolerância de 0,5 cm nas medidas e de 2 g no peso para mais ou para menos. O Futsac deve estar em conformidade com a normativa NM 300-3:2004 do Inmetro, de acordo com a Certificação CE. BRI. 4831/12 do Instituto Falcão Bauer, Licenciado pelo INMETRO, especificações garantidas pela CBFSAC. 21. Situações de jogos em campeonatos

I. A comissão de arbitragem deve anunciar antes de começar cada disputa.
A – Quantidade de Futsacs no jogo oficiais deve ser de 2 á 3 bolas, sendo que utiliza-se apenas 1 para o jogo.
B – A troca de bola só poderá ocorrer no intervalo do set, sendo que essa troca ambos atletas tem que aceitar, caso um deles não aceite mantém-se a bola utilizado até o momento. Se por consequência do jogo a bola esteja furada, molhada ou danificada, cabe o árbitro decidir a troca da mesma.
C – Toda reclamação do atleta em relação à bola estar furada, molhada ou danificada, só pode ser acatada antes de cada saque. Caso haja reclamação após um dos atletas tomarem o ponto e verificar que a bola não está de acordo para o jogo, este ponto não deve ser revertido.

3. Contagem de Pontos

I. Os jogos são realizados em 3 sets de 21 pontos corridos – sem a condição da vantagem.
II. Caso o set empate em 20 a 20 devera prosseguir até que um dos jogadores possua dois pontos de vantagem em relação ao adversário.
III. Um ponto é computado sempre que o Futsac cair no campo do adversário.
IV. Ganha a partida o Jogador que vencer dois sets.
V. Entre cada set, há um intervalo 2 minutos (Caso ambos os atletas estejam de acordo, o árbitro pode dar seguimento ao jogo sem intervalo)
VI. Todas as linhas são consideradas como área de jogo. Caindo o Futsac sobre a linha, o ponto é considerado válido.
VII. Toda vez que o adversário invadir por baixo, por cima ou tocar na rede é computado um ponto para o oponente, assim como quando o indivíduo for atacar de cabeça pisando dentro da área de um metro.
OBS: As regras citadas a cima vale para modalidade individual e dupla.


4. Número de Toques

4.1 Individual
I. São permitidos no máximo dois toques do jogador.
II. O jogador pode usar um ou dois toque para passar o Futsac para o campo adversário.
OBS: É obrigatório na recepção do saque que o jogador use os dois toques. (dominar e passar o futsac.)
Caso 1. Caso na recepção do saque o jogador use apenas um toque para passar, será considerada falta. O ponto deve ser computado para o adversário, pois é obrigatório na recepção de saque utilizar dois toques para passar.

4.2 Duplas
I. São permitidos no máximo dois toques consecutivos por jogador.
II. Pode ser realizado um total de cinco toques entre a dupla, sendo que são permitidos no máximo três serviços. (Na mesma dinâmica do Vôlei, recepção, levantamento e ataque)
OBS: A jogada pode ser montada da seguinte maneira:
Caso 1. O jogador A passa com um toque para o jogador B e este utiliza um ou dois toques para passar a bola para o campo adversário.
Caso 2. O Jogador A passa com dois toques para o jogador B e este pode utilizar um ou dois toques para passar a bola para o campo adversário.
Caso 3. O jogador A passa com dois toques para o jogador B e este devolve com dois toques para o jogador A, então o jogador A somente poderá utilizar um toque para passar a bola ao campo adversário.
Caso 4. O jogador A passa com um toque para o jogador B e este devolve com dois toques para o jogador A, então o jogador A poderá utilizar um ou dois toques para passar a bola ao campo adversário.

5. Saque e Recepção

I. O saque é o único momento do jogo em que é permitido ao jogador pegar a bola com as mãos, ela deve ser colocada em jogo com o pé.
OBS: No momento do saque, o pé do jogador pode passar para dentro da quadra, mas o pé de apoio obrigatoriamente deve permanecer fora. É proibido pisar na linha, caso isso ocorra, é considerado falta e computado um ponto para o adversário.

5.1 Individual
II. Todo o saque deve ser cruzado, ou seja, no quadrante diagonal oposto ao do sacador.
III. Toda vez que o jogador marcar pontos consecutivos, o mesmo deverá alternar o lado do saque
IV. Caso o jogador venha esquecer o lado do saque, o mesmo pode perguntar ao árbitro da mesa, qual o lado que deve sacar.
OBS: Se o jogador repetir o lado do saque, o Árbitro de mesa deve comunicar a falta ao Árbitro central e é computado ponto ao adversário.
OBS: Em nenhum momento o árbitro da mesa deve manifestar o lado que o jogador tem que sacar, a não ser que o jogador pergunte.
5.2 Duplas
V. O saque não precisa ser cruzado, por ter dois jogadores no campo adversário para receber o mesmo.
VI. Toda vez que um jogador marcar pontos, o mesmo deve continuar até a quebra de pontos pelo adversário.
OBS: Caso a dupla venha a esquecer quem deve sacar, a mesma pode perguntar ao árbitro da mesa qual jogador está na vez de sacar.
OBS: Em nenhum momento o árbitro da mesa deve manifestar o lado que o jogador tem que sacar, a não ser que a dupla pergunte.

6. Modalidade Simples e dupla

I. O jogador tem o tempo máximo de seis segundos para sacar, após o apito do árbitro. Caso o jogador ultrapasse este tempo, é considerada falta, perde-se o direito ao saque e é computado um ponto para o adversário.

6.1 Saque na modalidade Individual
Caso1: Quando o jogador sacar e a bola bater na rede e cair após a linha de um metro no quadrante oposto. O jogador deve repetir o saque.
Caso ocorra seguidamente, é considerada falta e o ponto é computado ao adversário OBS: Mesmo que o adversário defenda a bola, o saque deve ser repetido.
Caso 2: Quando o jogador sacar, a bola bater na rede e cair antes da linha de um metro, automaticamente é computado um ponto ao adversário OBS: Caso o adversário defenda a bola, o saque deve ser repetido
Caso 3: Quando o jogador sacar e a bola ultrapassar a rede e cair antes da linha de um metro, automaticamente é ponto do adversário.
OBS: Caso o adversário defenda a bola o jogo deve ter continuidade.
Caso 4: Quando o jogador sacar e a bola cair no campo adversário sem cruzar a linha divisória, automaticamente é ponto do adversário.
OBS: Caso o adversário defenda a bola o jogo deve ter continuidade.

6.2 Saque na modalidade Dupla
Caso1: Quando o jogador sacar e a bola bater na rede e cair após a linha de
um metro. O jogador deve repetir o saque.
Caso ocorra seguidamente, é considerada falta e o ponto é computado ao
adversário
OBS: Mesmo que a dupla adversária defenda a bola, o saque deve ser
repetido.
Caso 2: Quando o jogador sacar, a bola bater na rede e cair antes da linha de um metro, automaticamente é computado um ponto ao adversário OBS: Caso a dupla adversária defenda a bola, o saque deve ser repetido
Caso 3: Quando o jogador sacar e a bola ultrapassar a rede e cair antes da linha de um metro, automaticamente é ponto do adversário. OBS: Caso a dupla adversária defenda a bola o jogo deve ter continuidade.

7. Recepção e devolução do Saque.

7.1 Individual
I. No momento da recepção, não é permitido devolver a bola para o campo adversário com apenas um toque, pois a recepção do saque é o único momento no qual é obrigatório dar dois toques para devolução. Após o cumprimento desta regra, na continuidade do jogo, é permitido passar a bola de primeira.
II. A bola deve ser devolvida para o campo adversário por cima da rede e no limite das duas hastes de sustentação. OBS: Em relação à devolução da bola acima da rede, cabe ao arbitro decidir se a
trajetória da mesma está entre as hastes de sustentação.
O contato com a bola é permitida com qualquer parte do corpo exceto os braços e mãos do jogador. Ex: Pés, pernas, tronco, costas, cabeça e ombros.
III. Caso a bola toque mesmo que involuntariamente nos braço ou mãos, é considerada falta e automaticamente é computado um ponto para o adversário.

7.2 Duplas
III. Na recepção do saque é obrigatório que os dois jogadores toquem na bola antes de devolvê-la para o campo adversário.
IV. O contato com a bola é permitida com qualquer parte do corpo exceto os braços e mãos do jogador.
Ex: Pés, pernas, tronco, costas, cabeça e ombros.
Caso a bola toque mesmo que involuntariamente nos braço ou mãos, é considerada falta e automaticamente é computado um ponto para o adversário.

8. Tempo Médico e Técnico

I. Nas competições oficiais caso venha ocorrer alguma lesão impossibilitando o jogador de continuar o set, o mesmo terá um tempo de 10 minutos para eventual recuperação. Caso isso não ocorra, o set
é finalizado com vitória do adversário.
Caso 1: O jogador sente uma lesão em determinada fase do jogo e precisa de atendimento. O árbitro de mesa deve parar o jogo e abrir o cronômetro contando o tempo até 10 minutos. Caso o jogador consiga voltar antes dos 10 minutos, o set deve continuar.
Caso 2: O jogador sente uma lesão em determinada fase do jogo e precisa de atendimento. O árbitro de mesa deve parar o jogo e abrir o cronometro contando o tempo até 10 minutos. Caso o jogador consiga voltar antes dos 10 minutos, o set deve continuar. Caso o jogador venha sentir novamente a lesão, o cronometro não deve ser zerado, continua do tempo em que o jogador utilizou anteriormente. Após fechar 10 minutos, o árbitro de mesa e árbitro central deve avaliar a situação do jogador e verificar a real possibilidade de voltar ao set. Caso o jogador esteja impossibilitado o jogo é finalizado e a vitória é do adversário. OBS: O tempo médico vale para todos os sets do jogo.

II. O Tempo técnico consiste em uma pausa de um minuto por set e poderá ser solicitado pelo treinador do jogador.

9. Treinador

I. O treinador deve permanecer na área destinada ao descanso do jogador no intervalo dos sets (a área compreende duas cadeiras, situadas na lateral da quadra, quatro metros ao lado do arbitro de mesa a uma distancia de dois metros e meio da linha lateral da quadra).

II. O treinador deve permanecer sentado na área técnica durante o jogo.
III. O treinador é impedido de dar instruções ao jogador durante os sets (Caso isso ocorra ele recebe uma advertência verbal em um segundo momento é excluído do jogo). OBS: O treinador deverá ser registrado na CBFSAC, no campeonato e na súmula do jogo.

10. Faltas

OBS: Qualquer falta cometida pelo jogador é computado ponto ao adversário.
I. Qualquer toque, mesmo que involuntário, com as mãos, antebraço e braço são considerados falta.
II. Não é permitido tocar na rede durante o jogo.
III. Não é permitida a condução a bolinha com qualquer parte do corpo.
IV. Não é permitido o ataque nem o bloqueio direto com o uso da cabeça na área compreendida entre a rede e a linha de um metro. (O jogador só pode atacar com a cabeça, pular, quando os dois pés partirem de fora da linha de um metro).
V. Na modalidade individual toda vez que o jogador sacar duas vezes do mesmo lado (sem alternar) é considerado falta
VI. Na modalidade duplas, é considerada falta quando em uma sequência de pontos consecutivos, os 2 jogadores alternam o saque entre si.
VII. Na modalidade duplas, no momento do saque, o jogador da mesma dupla deve se posicionar a 1m da linha de fundo da quadra ao lado do sacador, caso isso não ocorra é considerado falta.

11. Advertência e Exclusão

I. Toda vez que um dos jogadores sofrer o ponto, este é obrigado a devolver a bola por cima da rede na mão do adversário.
OBS: O Árbitro central deve advertir verbalmente o jogador, em um segundo momento utiliza-se o cartão Amarelo e se assim persistir esta conduta, devera utilizar outro amarelo resultando em um vermelho e a exclusão do jogador nesta partida, o que acarreta o final da mesma.

II. Em caso de reclamação desnecessária ou qualquer conduta antidesportiva, o jogador será advertido com cartão amarelo, o acúmulo de dois cartões amarelos se converte no recebimento do cartão vermelho e consequentemente na expulsão do jogador da partida.
III. Em casos extremos, sob o critério do arbitro central, o jogador pode ser expulso direto com o cartão vermelho.
VIII. Em caso de reclamação desnecessária ou qualquer conduta antidesportiva, o jogador será advertido com cartão amarelo. O acúmulo de dois cartões amarelos se converte no recebimento de um cartão vermelho e, consequentemente, na expulsão e eliminação do jogador da partida.

12. Arbitragem

O jogo oficial de Futsac é composto pelo seguinte número de árbitros (6 árbitros):
– Primeiro Árbitro Central
– Segundo Árbitro Central
– Árbitro de Mesa
– Dois Árbitros de Linha
– Auxiliar de Mesa de Arbitragem

I. Primeiro Árbitro Central: Localizado junto ao poste da rede, de pé e no lado oposto ao arbitro de mesa. É a principal autoridade durante a partida de Futsac, responsável pelas principais ações da arbitragem.
II. Segundo Árbitro Central: Localizado no lado oposto ao primeiro arbitro central, agachado ou sentado em um pequeno banco.
Responsável por auxiliar o primeiro arbitro, e controlar as invasões da linha de um metro e por baixo da rede.
III. Árbitro de Mesa: Localizado atrás do segundo arbitro, sentado em uma mesa. Responsável pela marcação da súmula do jogo, pontuação e pelo controle do saque dos jogadores.
IV. Árbitros de linha: Localizados a um metro da junção das linhas de fundo e lateral (Posicionados de lados opostos). Portando uma bandeirinha na cor vermelha, são responsáveis pelo controle das
linhas laterais e fundo de quadra (Bola dentro e fora).
V. Auxiliar de Mesa de Arbitragem: Localizado ao lado do arbitro de mesa. É responsável pela marcação do placar e cronometragem (Tempo de intervalo, tempo técnico e tempo médico) e funções
auxiliares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *