Como Jogar Cubo Mágico

O famoso cubo mágico, responsável por causar dor de cabeça em muitos e fortes tensões pela sua difícil forma de resolução, também tem lá sua formas práticas de resolução.

O cubo foi anteriormente conhecido como cubo de rubik por conta do seu criador que se chamava  ErnőRubik, trazendo ele a existência em 1974. Ele era um professor do Departamento de Desenho de Interiores da Academia de Artes e Trabalhos Manuais Aplicados de Budapeste Hungria O cubo é um quebra cabeça tridimensional, que tem uma linha de raciocínio bastante complexa, pra se ter uma noção, o próprio criador passou um mês para resolver-lo por completo pela primeira vez. Esse jogo gerou para Rubik o premio de melhor jogo do ano e na sua divulgação, foi mundialmente conhecido e marcou assim a década de 80.

O tradicional cubo é formado de plástico, mas hoje temos cubos de vários materiais, tais como inox, ferro entre outros.

Ele é composto na formação original de 6×6 e sua área de movimento é 3x3x3, em linha vertical mexendo ponta, meio e ponta, consequentemente na horizontal da mesma maneira. Para cada lado seu é designado uma cor diferente, o que permite um padrão para seus desafiados o armarem.

Existem também modelos mais atuais formado em 5x5x5, 4x4x4 e 2x2x2.

Sem duvida é um dos jogos mais amados mundialmente falando, um que provavelmente todos do mundo conheçam.

O método mais prático que as pessoas buscam para resolverem o cubo é o famoso “método de camadas”, onde se usa parte por parte do brinquedo. Vale salientar a posição de cada peça, ou seja, jamais tente trazer ao centro uma peça de canto ou fazer o mesmo ao inverso que é trazer uma peça do meio e querer colocar no canto, cada peça tem sua posição já pré-definida e esses são os princípios devem ser seguidos e respeitados para lhe ajudar na compreensão do esquema do cubo.

Uma primeira forma para se iniciar a resolução do cubo é de escolher uma das faces e montar uma cruz, sendo mais claro, escolhe-se a cor e da um jeito de trazer o centro da cor e por as outras quatro em volta, pode ser muito complicado a principio, vou tentar te passar uma suposta colher de chá; provavelmente você não seja tão familiarizado com o brinquedo, tente pegar o oposto da sua cor desejada e formar uma cruz em volta desse centro, por exemplo, digamos que a sua cor escolhida tenha sido o amarelo, então você trará as quatro cores de pontas para em volta do branco e você perceberá que as outras cores ficaram de certa forma alinhadas, ou mais praticas de serem montadas, levando sempre em consideração os princípios citados acima.

Perceba que cada lado tem o seu oposto certo, onde não importa pra onde você mova as partes do cubo ele sempre permanecerá lá, esse é um dos principais guias para você chegar até o cumprimento final.

Daí, deve-se tentar trazer a cruz para o centro amarelo, afinal essa é a cor que estamos tentando formar a cruz. O objetivo mais correto a fazer essa manobra é alinhar cada cor ao seu centro, nivelando a coluna do meio é garantido que em alguma manobra no seu cubo que só você pode saber, afinal cada caso é particular, e gira-la até permitir que aquela parte da cruz atinja o objetivo que é estar em volta do centro especifico da sua cor.

Após alinhada a cruz, mantenha sempre ela pra baixo e o seu oposto permaneça em cima, agora cada caso será um caso, manter o cubo dessa forma até resolver, não desalinhe mais a cruz amarela que foi formada em baixo, ela é a sua base de conclusão, use todo o seu raciocínio para mover as peças corretas daí em diante e boa sorte.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *